Trios elétricos terão que desligar o som até as 19h, de acordo com regras da Prefeitura.

Veja onde os megablocos vão desfilar no carnaval 2020 em São Paulo TV Globo/Reprodução Dez vias de São Paulo vão receber os megablocos do carnaval de rua em 2020.

A Prefeitura divulgou nesta terça-feira (12) as regras no Diário Oficial e traz as determinações para os ensaios e desfiles.

De acordo com as orientações, megablocos devem apresentar um plano de segurança que deverá ser aprovado pela Prefeitura.

Veja as vias para os megablocos Avenida Gastão Vidigal (Vila Leopoldina) Avenida Luiz Dumont Villares (Santana) Rua Laguna (Santo Amaro) Avenida Faria Lima x Juscelino Kubitshek (Itaim Bibi) Avenida São João (Centro) Avenida Tiradentes (Centro) Rua da Consolação (Centro) Avenida Marquês de São Vicente (Barra Funda) Avenida Pedro Álvares Cabral (Ibirapuera) Avenida Luiz Carlos Berrini (Brooklin) O texto proíbe o uso de trios elétricos em zonas estritamente residenciais e som a partir das 19h.

A dispersão deve acontecer até às 20h.

Se houver inscrição de dois blocos no mesmo trajeto e horário, deve ser adotado como critério de escolha o histórico de desfiles dos anos anteriores.

O guia também estabelece regras de segurança.

Os blocos que possuem até 5 mil foliões, precisam ter cordeiros a cada 2 metros, já os que estimam atrair até 40 mil pessoas são obrigados a ter também Bombeiro Civil, Segurança e Equipe de Produção.

Por fim, os blocos maiores deverão apresentar um plano de segurança que deverá ser aprovado pela Prefeitura.

“Acho que isso extremamente importante porque aquele organizador de bloco ele tem que estar ciente que ele é responsável por aquele seu folião”, disse Jorge Vespero, membro do Fórum de Blocos de São Paulo. A região mais procurada pelos organizadores foi a subprefeitura da Sé, o que preocupa os moradores da consolação.

“A medida que passam os anos, o carnaval cresce, mas não cresce a quantidade de segurança, não cresce a qualidade de fiscalização, não cresce a infraestrutura, então você vai cada vez mais tendo problemas”, disse a presidente da associação dos moradores, Marta Porta.

Inscrições As inscrições para o carnaval de rua de 2020 terminaram em setembro e bateram recorde.

Foram 865 blocos inscritos para 960 desfiles.

Trinta e um blocos disseram que tem expectativa de reunir mais de 100 mil pessoas.

A Prefeitura está analisando as informações e os trajetos propostos para autorizar os desfiles. Os blocos que não respeitarem datas, horários e trajetos dos desfiles, podem ser multados e até perder o direito de desfilar no ano seguinte.

Bloco Casa Comigo em SP Reprodução/TV Globo Initial plugin text